Connect with us

TV

Apresentador da Globo é denunciado por assédio em carta aberta

Published

on

Alexandre Kapiche no RJ InterTV 2ª Edição, em 2021: apresentador é alvo de denúncias em afiliada
(Créditos: Reprodução/TV Globo)

Quatro colegas de trabalho do repórter e apresentador Alexandre Kapiche, da InterTV, afiliada da Globo em Cabo Frio, Rio de Janeiro, o acusaram de assédio em uma carta entregue à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM). Segundo as denúncias, as supostas vítimas afirmam terem sido “apalpadas” por Kapiche e vivenciado situações traumáticas com o jornalista.

No relato, as mulheres também acusam o diretor de Jornalismo da emissora, Rolf Danziger, de proteger o apresentador, alegando que ele teria minimizado as denúncias. Por sua vez, Danziger negou qualquer complacência em relação aos supostos assédios, afirmando não ter conhecimento prévio de qualquer comportamento inadequado.

Além das quatro denunciantes, outras funcionárias teriam se demitido da InterTV após enfrentarem situações constrangedoras com Kapiche. O apresentador foi desligado da afiliada da Globo após uma das vítimas apresentar um vídeo que comprova a agressão do jornalista.

“Essa carta aberta está sendo escrita por oito mãos, quatro mulheres que sofreram e tiveram não só suas integridades covardemente machucadas, mas também tiveram seus sonhos profissionais destruídos. Se fará justiça na Terra, também justiça divina”, diz um trecho do relato.

Alexandre Kapiche, que apresentava a edição do RJ1 para a região dos Lagos, foi substituído por João Villa Real após as acusações. Até o momento, o apresentador não se manifestou sobre o caso.

Advertisement

Confira a carta contra o apresentador da Globo

“O jornalista Alexandre Kapiche constrangeu, humilhou, atacou e por diversas vezes assediou inúmeras profissionais que passaram pela InterTV, afiliada da Rede Globo no interior do Rio de Janeiro. Muitas passaram, poucas continuaram, basta observar a alta rotatividade de mulheres na Redação. Todas que pediram desligamento profissional, em comum, haverá assédio sexual, moral ou velado por Alexandre Kapiche.

Importante fato, toda essa sensação de desmandos e abusos começaram a se tornar ‘normais’ após a saída de Cris Armond e a chegada do novo diretor Rolf Danziger, parceiro fiel e ciente dos diversos ataques e covardias recorrentes de Kapiche. Citamos mais uma vez a importância de observar a quantidade imensa de profissionais que se desligaram da InterTV pelo mesmo motivo, Alexandre Kapiche.

Com a recorrência dos ataques e a inércia, ou seria complacência, de Rolf Danziger, profissionais da InterTV começaram a se mobilizar para dar um fim aos abusos de Kapiche. Logo no primeiro dia, há a filmagem de um gesto nojento e covarde que tanto se repetia, dessa vez com uma jornalista casada e mãe, que indignada, levou a reclamação não ao diretor Rolf, mas a superiores da empresa.

Então, saiba mais:

Kapiche dava ‘beijos molhados’, esbarrava com suas mãos em partes íntimas e sempre buscava abraçar ou encostar em colegas de trabalho. Essas, quando reagiam negativamente a suas investidas, eram maltratadas e tinham sua capacidade profissional diminuída por Kapiche, sempre com apoio de Rolf.

Sua última vitima na emissora, com posse do vídeo que comprova o assédio, exigiu a demissão de Kapiche, a jornalista D*** levou a denuncia para a empresa. A vítima, traumatizada, fez um emocionante relato para sua família, o que evou seu marido a ir até a sede da emissora, enfurecido, para se encontrar com Kapiche, que de modo covarde, se escondeu na sala de Rolf Danzinger.

Advertisement

Algumas profissionais que passaram pela InterTV buscaram novas empresas; outras mulheres, após ações traumáticas, desistiram da profissão. Entretanto, é comum esclarecer que diversas mulheres buscaram apoio psicológico, mesmo sem nenhum respaldo da direção emissora.

Por fim, fique por dentro:

Após a confirmação da demissão de Alexandre Kapiche, essa carta aberta está sendo escrita por oito mãos, quatro mulheres que sofreram e tiveram não só suas integridades covardemente machucadas, mas também tiveram seus sonhos profissionais destruídos. Se fará justiça na Terra, também justiça divina.

Assim sendo, caso Alexandre Kapiche desminta uma só virgula desse texto, o vídeo com seus abusos, que levou o desligamento da InterTV, será enviado para a imprensa, o que ainda não foi por total respeito a vitima”.

Comente com seu Facebook:

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *