Connect with us

Famosos

Bianca Rinaldi explana convivência com Marlene Mattos: “Traumas”

Published

on

Bianca Rinaldi reflete sobre desafios enfrentados com Marlene Mattos
(Créditos: Reprodução/Instagram)

Bianca Rinaldi, aos 49 anos, abriu o jogo sobre os desafios que enfrentou durante sua colaboração com Marlene Mattos, enquanto atuava como assistente de palco para Xuxa. A atriz compartilhou que a relação entre ela e a renomada empresária nem sempre foi harmoniosa, revelando que muitos dos conflitos que surgiram estavam relacionados ao seu peso, resultando em momentos dolorosos de humilhação perante outras pessoas.

Em uma entrevista franca concedida ao podcast “Desculpa Alguma Coisa”, Bianca descreveu esses episódios como “momentos de humilhações”, destacando a forma como Marlene abordava suas preocupações de maneira pública, em vez de tratar das questões de forma privada. Isso causava desconforto à atriz, que se via exposta a críticas e constrangimentos em diferentes situações e locais.

A trajetória de Bianca como paquita no Xou da Xuxa começou aos 15 anos e se estendeu por 5 anos. Apesar dos momentos positivos que viveu como assistente de palco, ela reconhece que os traumas e as tensões decorrentes dos conflitos com Marlene não podem ser ignorados ou minimizados. Ainda que tenha se sentido acarinhada em alguns momentos, as experiências dolorosas deixaram marcas profundas em sua jornada.

Atualmente, Bianca reconhece a importância de confrontar esses desafios e aprender com eles. Ela valoriza a sua própria experiência, mesmo nos momentos mais difíceis, e está determinada a não permitir que os momentos de humilhação sejam esquecidos ou subestimados. Essa reflexão sincera sobre sua jornada como assistente de palco revela não apenas os altos e baixos que ela enfrentou, mas também sua resiliência e determinação em superar adversidades.

Bianca Rinaldi fala sobre Rede Record

Convidada do videocast “Desculpa Alguma Coisa” de Universa, com Tati Bernardi, a atriz Bianca Rinaldi compartilhou insights sobre sua trajetória na Record TV, onde desempenhou papéis de destaque em novelas como “A Escrava Isaura” e “Os Mutantes”, enquanto também abordava como enfrentou o conservadorismo presente na emissora.

Advertisement

Refletindo sobre sua experiência, Bianca observou a mudança de perspectiva ao longo do tempo. Ela destacou que, inicialmente, estava profundamente envolvida com seu trabalho e não percebia questões relacionadas ao conservadorismo. No entanto, ao longo do tempo, ela começou a notar diferenças na abordagem da dramaturgia, o que a levou a questionar a maneira como as coisas eram conduzidas.

Apesar de não ter enfrentado diretamente agressões ou preconceitos, Bianca destacou que a percepção das mudanças na qualidade e no cuidado com as produções foi gradual. Esse processo de conscientização a motivou a buscar novos caminhos e a reconsiderar suas escolhas profissionais.

A atriz ressaltou sua abordagem tranquila para lidar com os desafios, preferindo resolver conflitos de forma discreta e sem alarde. Sua postura reflexiva e focada em soluções destacam sua determinação em manter a integridade artística e profissional diante das adversidades encontradas no ambiente de trabalho.

Comente com seu Facebook:

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *