Connect with us

Novelas

Record bate o martelo e antecipa volta de novela: “O grande sucesso está de volta”

Published

on

A Record divulgou oficialmente a reprise da novela Apocalipse, originalmente transmitida em 2018. A história, escrita por Vivian de Oliveira, retorna à programação para substituir A Terra Prometida.

+Após ter saída anunciada do Fantástico, Maju Coutinho surge no Jornal Hoje

Baseada em passagens da Bíblia, Apocalipse apresenta cenas de ataques terroristas, bombardeios e catástrofes naturais. Um desses desastres ocorre logo nos primeiros capítulos, resultando na morte de dois personagens de destaque.

O retorno de Apocalipse, novela estrelada por Sergio Marone, Juliana Knust e Igor Rickli, estava programado para a segunda-feira, dia 27, às 15h30. No entanto, a emissora decidiu antecipar a exibição. Assim, a trama começará a ser transmitida a partir de amanhã, dia 20.

Escrita por Vivian de Oliveira, a novela foi um dos maiores fracassos de audiência desde que a Record começou a adaptar livros da Bíblia de forma sequencial, começando com “Os Dez Mandamentos”, o maior sucesso da emissora até hoje.

Advertisement

Na exibição original, no horário das 21h, entre novembro de 2017 e junho de 2018, “Apocalipse” terminou com uma média geral de 8 pontos, reduzindo a audiência do horário em 20% em comparação à sua antecessora, “O Rico e Lázaro”, que já apresentava índices fracos.

Apocalipse na Record (Foto: Reprodução)

Apocalipse na Record (Foto: Reprodução)

Apocalipse está de volta na tela da Record

Cristiane Cardoso, filha de Edir Macedo, assumiu o controle em determinado momento e começou a causar desconforto entre os profissionais da novela. Suas imposições resultaram em crises artísticas e frustração entre escritores, diretores e atores da emissora.

Desse modo, as intervenções ocorriam desde a sinopse original, sempre alinhadas com os preceitos da Igreja Universal do Reino de Deus. A verdadeira autora de Apocalipse, Vivian de Oliveira, foi afastada da novela, pois estava decepcionada com os rumos que sua obra havia tomado.

Comente com seu Facebook:

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *